segunda-feira, 16 de fevereiro de 2009

Começando a inventariar a documentação da Câmara e Prefeitura de Leopoldina


Apesar de ainda ter muita coisa para tirar do "arquivo municipal", como eu só tenho um dia na semana para me dedicar a esta tarefa, e poucas pessoas para ajudar, eu estou indo algumas vezes na semana na sala onde estão sendo depositados os documentos para fazer uma limpeza manual, com pincel, de cada folha, para tentar uma higienização inicial. Um dos primeiros livros que peguei foi justamente um livro de atas da Câmara Municipal de Leopoldina, do ano de 1858. Uma preciosidade, assinada por um dos mais ilustres representantes do nosso município no Império: Manuel José de Castro.

Manuel José Monteiro de Castro, primeiro barão de Leopoldina, nasceu em 3 abril 1805 em Congonhas do Campo (Mg). Ele faleceu em 27 fevereiro 1868 em São Martinho, Distrito de Providência (Mg). Manuel José Monteiro de Castro foi um militar e político brasileiro.

Filho de Domiciano Ferreira de Sá e Castro e de Maria do Carmo Monteiro de Barros, casou-se com sua prima Clara de Sá e Castro. Oficial de milícias, em 1824, comandou uma companhia da Guarda Nacional, no combate de José Correia.

Em 1833 participou da sedição militar de Ouro Preto. Foi eleito para diversos cargos públicos, sendo presidente da câmara municipal de Ouro Preto, em 1860. Agraciado barão em 6 de setembro de 1862, era comendador da Imperial Ordem da Rosa.

Barão de Leopoldina é um título nobiliárquico criado por D. Pedro II do Brasil. Usaram o título:

1 - Manuel José Monteiro de Castro (1805 — 1868) - 1º barão de Leopoldina.

2 - José de Resende Monteiro (1810 — 1888) - 2º barão de Leopoldina.

3 comentários:

Anônimo disse...

Aponto algo me aparenta como um erro:

O titulo de Barão de Leopoldina não foi criada a favor de Gregorio Francisco de Miranda, o mais conhecido Barão de Abbadia.

Matheus Miranda de Sá Campelo

Natania Nogueira disse...

Muito agradecida, Matheus. Farei a correção.

Anônimo disse...

Foi o 2º Barão de Leopoldina,José de Rezende Monteiro, natural de MG, e que morreu vítima de febre amarela no Rio de Janeiro, em 10 de Maio de 1888. Filho de Manuel Pereira Rezende Alvim(Genealogia Mineira Volume III-1937-de Arthur Rezende)e de D.Agostinha Carolina Monteiro de Barros Galvão de San Martinho), bacharelado em direito pela Universidade do Recife,foi eleito em 1881 deputado- geral por MG, funções que exerceu até 1887. Casou-se com Dona Francisca de Paula Monteiro de Rezende,filha de Manuel José Monteiro de Rezende e de sua mulher D.Inês de Castro.O título foi-lhe concedido por D.Pedro II, em 19 de Julho de 1879. OBS: Por gentileza,necessito informações sobre uma filha de Leopoldina, seu nome: Maria Aparecida Rodrigues Lacerda(sobrenome de casada:Castro)-Seu pai foi uma das figuras mais importantes da sociedade leopoldinense. meu gmail é mlmlmarcoslima@gmail.com.