terça-feira, 24 de fevereiro de 2009

Belezas naturais de Leopoldina


Este fim de semana, especificadamente dia 22 de fevereiro, fui com a minha família conhecer a cachoeira Poeira d' água, famosa aqui em Leopoldina, localizada no distrito de Piacatuba. Eu como boa Leopoldinense, não conhecia. Foi preciso alguns parentes meus virem do Rio de Janeiro para passar o Carnaval aqui para que o passeio acontecesse. Foi lindo. Valeu a pena toda a poeira que tomamos no caminho.

A cachoeira faz parte do complexo onde fica a Usina Maurício, que pertence à Energisa (antiga Companhia Força e Luz). É muito bonita e muito frequentada. Havia muitas pessoas acampadas, muitas famílias que foram passar o domingo de carnaval em contato com a natureza. Não há estrutura montada: apenas um estacionamento improvisado e um "restaurante" com poucas opções.

A Energisa mantem um museu, na antiga usina de geração de eletricidade, fundada há mais de 100 anos. É muito interessante. Cheguei a levar meus alunos do CEFET (quando dei aula naquela escola) para conhecer. Uma visita ao museu pode ser um bom complemento para um dia de passeio no interior do distrito de Piacatuba.

Mas isto é bom, porque o legal é fazer um piquenique na beira da cachoeira. Nada é perfeito, havia algum lixo espalhado, mas muito pouco se for levar em conta a quantidade de pessoas que lá estavam. Um ponto positivo: existe a consciência de que se deve preservar o local. Depois da cachoeira fomos almoçar em Piacatuba. Dia perfeito.

Fiz uma rápida pesquisa na internet e descobri que fazemos parte do Circuito Turístico Serras e Cachoeiras. Segue alguns trechos de uma reportagem que saiu no ACESSA.COM:

"Leopoldina, Recreio, Cataguases, Argirita, Dona Euzébia e Itamarati de Minas são as seis cidades responsáveis por dar a este Circuito um caráter tão curioso. Cataguases chama a atenção pelos ricos acervos de arte de Cândido Portinari, Emerick Marcier, Jan Zack, Bruno Giorgi, Oscar Niemeyer, Francisco Bolonha, Aldary Toledo, Burle Marx e Djanira.

Estas obras são encontradas em igrejas, colégios, praças e dentro das residências de alguns moradores. Ao lado de obras tão importantes também estão os monumentos arquitetônicos que promovem uma viajem ao passado. Um exemplo é o Santuário de Santa Rita, onde a obra A vida de Santa Rita, de Djanira, pode ser encontrada (foto abaixo à direita). "O patrimônio histórico é muito forte em Cataguases", explica a gestora da Agência de Desenvolvimento Regional do Circuito Turístico Serras e Cachoeiras

Ao lado de Cataguases, Leopoldina também contribui com o caráter urbano desse circuito. A cidade abriga o Museu da Eletricidade, onde estão guardados equipamentos e ferramentas que datam da construção da Usina Maurício em 1908. Além dele, os turistas podem visitar o Centro Cultural Espaço dos Anjos, onde estão os restos mortais de Augusto dos Anjos, poeta brasileiro que faleceu em Leopoldina em 1914.

Regina também chama a atenção para os pontos turísticos ligados à natureza em Leopoldina. A Pedra do Cruzeiro (foto acima à esquerda) é freqüentada pelos turistas mais corajosos. Ela é usada para os esportes mais radicais, como rapel e o salto de paraglider. Outro ponto muito visitado é a cachoeira Poeira D'água, localizada na área da usina hidrelétrica, ainda em funcionamento. "É um local muito visitado, principalmente no verão."

A proximidade entre as cidades é um ponto positivo desse circuito. Entre Leopoldina, a sede, e as outras cidades, a distância maior é de Itamarati de Minas, com aproximadamente 35 Km. De Leopoldina até Recreio, Regina contabiliza 25 Km, até Cataguases 17 Km, até Argirita 22 Km e Dona Euzébia está a 30 Km da sede.

Outro ponto positivo do circuito são os restaurantes. Regina diz que os turistas estão muito bem servidos em qualquer cidade escolhida para o passeio. O que ainda está sendo estruturado nos locais menores é a rede hoteleira. "Estamos reestruturando as pousadas para adaptá-las às necessidades dos turistas. Mas em qualquer cidade há como se hospedar."


Segue um vídeo que eu fiz e postei no youtube:



3 comentários:

Raquel Alves disse...

Belíssimo lugar!...até causa inveja!
beijo português

Natania Nogueira disse...

E demorei mais de 30 anos para conhecer!!! Agora pretendo voltar sempre!
:-)

Lukas Hot disse...

Belo Lugar !
Estou indo em Julho A muriaé
mas pretendo fazer um mochilão pelas cidade proximas

ponto certo de ir !