domingo, 7 de fevereiro de 2010

COMEMORAÇÕES DO CENTENÁRIO DA COLÔNIA CONSTANÇA

Fundada em 12 de abril de 1910 (ano do nascimento da minha falecida e amada avó, Mariquinha), a Colônia Constança está completando este ano seu centenário. Sua criação foi muito importante para Leopoldina, pois trouxe para o município um número significativo de imigrantes italianos. Estes imigrantes influenciaram nossa sociedade, de tradição escravista e pouco adptada ainda ao trabalho livre, muito menos ao trabalho livre realizado por brancos de origem européia.

A Colônia Constança foi responsável pelo abastecimento de gêneros alimentícios para a cidade, como pode ser visto em uma nota publicada no Pharol, jornal de Juiz de Fora:

"Na colonia ‘Constança’, do município de Leopoldina, foram plantadas este anno 117 alqueires e 35 litros de arroz e 143 alqueires e 37 litros de milho. Segundo calculo feito pelo esforçado director da colonia, sr. Climenio Godinho, a colheita ali será a seguinte: arroz 9360 alqueires, e milho, 858 carros. O tempo tem corrido muito bem para as roças, sendo muito possível que a colheita exceda o calculo. Na ‘Constança’ fizeram este ano tambem grandes sementeiras de fumo."[1]

Os grandes responsáveis pelas comemorações deste ano são os pesquisadores Nilza Cantoni e José Luiz Machado Rodrigues. Estes dois Leopoldinanses, que não moram mais no município já há muitos anos são responsáveis pelo resgate da memória das antigas famílias que faziam parte da Côlonia. Eles são especialistas em imigração italiana em Leopoldina.

Dentro dos limites impostos pela distância, trabalho e compromissos familiares, eles conseguiram mobilizar um grupo de pessoas que toparam participar das comemorações, que começam agora em fevereiro, durante o Carnaval, com um desfile da escola de sambaUnidos do Pirineus.

No dia 20 de fevereiro, todos estão convidados a ouvirem um programa especial na Rádio Jornal, sobre o Centenário da Colônia Costança. No dia 01 de abril será publicado um encarte especial no jornal Leopoldinense.

Finalmente no dia 11 de abril, às 11 horas, será realizada uma missa na capela da Colônia.

Para ampliar ainda mais a participação da comunidade, os pequisadores fazem um convite a todos:

SE VOCÊ É DESCENDENTE OU AMIGO DE IMIGRANTE, ABRACE ESTA IDEIA


Em abril de 2010 a Colônia Agrícola da Constança completará 100 anos de criação. E neste ano a Imigração Italiana em Leopoldina completará 130 anos. São dois acontecimentos que mudaram a face de Leopoldina e não podem ficar esquecidos. Algumas instituições e pessoas já aderiram à ideia e estão organizando comemorações para os dias 10 e 11 de abril de 2010. Convidamos você a fazer o mesmo!

  • Se você gosta de futebol, vôlei, malha ou outro esporte.... programe um campeonato para abril;

  • Se você faz capoeira, natação ou lutas marciais.... pense em apresentações para abril de 2010;

  • Se você é adepto do vôo livre.... sobrevoe a Onça, a Constança e a Boa Sorte, nos dias 10 e 11.

  • Se você curte cavalgada.... reúna os amigos para um passeio até a Igrejinha da Onça, no dia 11;

  • Se você gosta de ciclismo ou motociclismo... combine um passeio até a Igrejinha da Onça;

  • Se você gosta de desfile de carros antigos.... organize um para os dias 10 e 11 de abril;

  • Se você é comerciante.... programe com o fornecedor uma promoção de produtos da culinária italiana para o mês de abril.

  • Se você é dono de bar ou restaurante.... crie algum prato para lembrar a Imigração e a Colônia;

  • Se você é diretor de clube social ou de serviço.... promova algo para os seus associados, muitos deles descendentes de imigrantes italianos;

  • Se você é professora, professor ou diretor de escola.... não perca tempo. Incentive seus alunos a escreverem sobre a Colônia e sobre a imigração italiana.

Mas se você tem sobrenome italiano faça algo ainda mais prazeroso. Promova um encontro da sua família e participe da missa no dia 11 de abril, domingo, às 11 horas, na Igrejinha da Onça.


E lembre-se que esta Igreja, construída com o auxílio dos colonos, foi escolhida por enquete do Jornal Leopoldinense como “O TERCEIRO CARTÃO POSTAL MAIS BONITO DE LEOPOLDINA”.

Vamos abraçar esta idéia e comemorar mais um marco da nossa história. Não podemos deixar passar em branco este momento.

Da minha parte, pretendo motivar pesquisas nas escolas junto aos meus alunos. Gostaria de poder oferecer mais. No entanto, acretido que cada pequena contruibuição pode ser importante para tornar um evento como esse memorável. Participe, também! Ajude a construir mais um pedaço da nossa história.

Visite o site da Colônia Constança, clicando aqui!

(1) O Pharol, Juiz de Fora, 13/01/1916, n. 11, p. 01.

4 comentários:

Imigrantes em Leopoldina disse...

Obrigada pela adesão, Natania. Pessoas como vc fazem diferença.
nilza

Cybele Meyer disse...

Olá Natty, tudo bem?

Adorei saber sobre a Colonia Constança, eu não conhecia.
Super interessante.
Parabéns!
beijinhos

Natania Nogueira disse...

Oi, Nilza!
Espero que as comemorações sejam marcantes para os descendentes de imigrantes e para a população de Leopoldina, de forma geral.

Natania Nogueira disse...

Oi, Cybele!
Gosto muito do tema e acho que pode ser usado para estudar história regional pois em quase todo o Brasil há imigrantes ou descentes de imigrantes. Um prato cheio.