sábado, 8 de setembro de 2007

Educação, História e Cultura no Brasil Colonial

Esta semana eu tive a oportunidade de participar do VII Encontro do Grupo de Pesquisa – DEHSCUBRA - Educação, História e Cultura no Brasil (1549-1759), nos dias 3 e 4 de setembro, realizado na UNIFAI – Centro Universitário Assunção, São Paulo. O objetivos do grupo, formado por pesquisadores de vários centros universitários dos Estados do RJ, MG, SP e PR, é de analisar a problemática que envolve a educação, a historia e a cultura no período colonial e fomentar os estudos do primeiro período colonial, marcado no Brasil pela presença jesuítica.

Os encontros do grupo acontecem anualmente e são dividios em duas partes: na primeira, pesquisadores da área são convidados a partilhar com o grupo suas experiências e resultados de pesquisa; na segunda, o grupo se reúne para traçar metas e debater resultados sobre pesquisas realizadas por seus membros efeitivos, procurando sempre melhores caminhos para o desenvolvimento de suas atividades.

Neste ano, dois pesquisadores foram convidados. No dia 3 de setembro de 2007, a Prof(a). Ms. Teresa Cristina dos Santos deu a palestra inaugural com o tema A atuação dos jesuítas na Amazônia. Um trabalho maravilhoso, realizado com uma fonte documental muito rica: crônicas jesuítuicas que contém relatos sobre o funcionamento de reduções na região dos Maynas (Quito), envolvendo um enorme complexo missionário sob controle da Companhia de Jesus. O trabalho resultou em sua dissertação de mestrado, em 2001, mas não se encerrou com ela. A pesquisadora pertence a um grupo que produz continuamente material sobre o tema.

Para o dia 4 de setembro, a palestra inicial foi proferida pelo Prof. Dr. Paulo José Carvalho da Silva (PUC-SP), que trabalha com História da Psicologia no Brasil Colonial. O tema da palestra foi Os jesuítas e a alma indígena, na qual o pesquisador analisa as patologias da alma e dor como formadoras da identidade dos jesuítas. Também uma apresentação muito interessante, oferecendo novas possibilidades de análise da ação deste grupo missionário no Brasil, durante o período colonial.

Os trabalhos foram encerrados com o lançamento oficial, entre os participantes, do livro Educação, História e Cultura no Brasil Colonial, contendo textos de vários pesquisadores do grupo. Uma obra muito rica em informações sobre um período ainda pouco estudado, resultado do trabalho desenvolvido durante os últimos sete anos pelo grupo de pesquisa. Eu adquiri o livro e estou apreciando muito sua leitura. Caso alguém se interesse pela obra, pode entrar em contato com o Prf. Dr. Célio Juvenal, pelo e-mail célio_costa@terra.com.br

O grupo, em breve, terá seu portal na internet, onde suas atividades e sua produção estarão disponíveis ao público interessado (professores, pesquisadores ou mesmo amantes da nossa história).

Embora eu não seja pesquisadora da área – nem sei se posso me considerar uma pesquisadora – gosto muito de participar dos encontros do grupo, nos quais sou muito bem acolhida, pois acho que o tema merece atenção. Durante a graduação e mesmo na minha pós-graduação a História do Brasil Colonial praticamente foi ignorada pelo programa, sendo ministrado um conteúdo quase simbólico, mais concentrado no século XVIII, na região das Minas Gerais.

Ocorre, infelizmente, uma preferência acadêmica pelos séculos XIX e XX. Embora eu tenha desenvolvidos meus trabalhos dentro deste período, motivada pela orientação regionalista do meu curso de especialização, acho esta realidade lamentável, pois a história de uma nação não se constrói privilegiando algumas partes e desprezando outras. Como professora de História eu devo estar preparada para guiar meus alunos na construção do conhecimento histórico sem discriminar períodos, rotulando-os como mais ou menos importantes. Fazendo esta divisão eu estaria reforçando uma idéia preconceituosa da história enquanto conteúdo e ciência.

7 comentários:

Cristina Klipp disse...

Oi, Natania:

Super interessante seus textos, resgatar nossa história é demonstrar que temos consciência do nosso passado...

Sou da área de Letras e vi algumas indicações bibliográficas a respeito da história de Minas, o que me fez recordar de um livro, escrito pela Ana Miranda, que retrata justamente Sabará, muito interessante, apesar de ser uma ficção, deve haver uma boa base histórico ali...

Se interessar, o título do livro é O retrato do Rei.

Grande abraço,
Cristina Klipp

Natania Nogueira disse...

Oi Cristina,
Obrigada pela dica. Vou procurar o livro. Obrigada, também pelos comentátios sobre o blog.
:-)

Anônimo disse...

Oi Natania!
tenho 11 anos...vi que vc tem habilidade em historia...
tenho que fazer uma pesquisa sobre educação e cultura no periodo colonial...mas não to achando,será que vc pode me ajudar...postando sobre isso...

Natania Nogueira disse...

Olá!
Infelizmente eu estou com meu tempo todo tomado. Mas vc pode pesquisar nos links que eu suguro, na barra ao lado. Creio que em algum dos sites vc vá encontrar o material que precisa.
:-)

Anônimo disse...

Obrigada!!!

Anônimo disse...

Natânia, estou pesquisando o mesmo título que a menina de 11 anos, ou seja, educação e cultura no períodos colonial, mas não consegui visualizar os links que vc indicou para ela. Será que vc poderia fazê-lo de novo? Obrigado.
Edson.

Natania Nogueira disse...

Oi, Edson!
É só vc ir na coluna do blog a sua esquerda do monitor onde está escrito "sites interessantes". Lá vc deve encontrar um que lhe seja útil.